Estrela da Mogiana

Notícias > Memórias de Jaguariúna

Memórias de Jaguariúna: As poesias sobre amor e a cidade escritas por um barbeiro poeta

por Gislaine Mathias em 23/10/2019 Bega na profissão de barbeiro e na foto aparece Mimi Poltronieri, Emílio Bergamasco Filho e na cadeira está Inho Poltronieri (Acervo: Casa da Memória) O barbeiro José Sebastião Bergamasco, conhecido por Bega, destacou as belezas de Jaguariúna, relatou amores e exaltou algumas personalidades da cidade, em várias poesias, que foram eternizadas em 1985, com o lançamento do livro Longe dos Olhos. Com talento para a escrita, ele chegou a escrever em torno de mil poesias.
 
O livro traz em uma de suas páginas o depoimento de Bega sobre a família e seu amor por Jaguariúna. “De meu pai Emílio Bergamasco, herdei o gosto pelo saber e a alegria de viver. De minha mãe, herdei a humildade e fé. Nasci em Jaguariúna, em 1926, às margens do rio Jaguari e em contato com a natureza fascinante e bela, minha alma sonhadora pôde sentir todas as emoções possíveis, o que marcou sutilmente minha existência pacata e delineou o meu destino”, diz Bega.
 
Além de ressaltar as belezas de Jaguariúna, ele destacou em suas poesias, pessoas conhecidas na época, como, o jogador de futebol Zelão, as dores de amor, o velho Jatobazeiro usado como inspiração para uma história de amor, lembranças de infância e uma homenagem à padroeira Santa Maria. Além do Brasil, existem exemplares do livro nos Estados Unidos, Itália, Argentina e Paraguai. No dia 28 de novembro de 1990, Bega faleceu aos 65 anos de idade, mas deixou um legado para os jovens escritores.
 
Jaguariúna
 
Engastada entre vales verdejantes,
como uma joia rara e pequenina
com o seu rio de águas marulhantes,
dando volta à cintura da colina....
 
Rodeada de montanhas ondulantes,
sua beleza esplêndida combina
com as flores, as rosas farfalhantes
esparsas pelo vento na campina
 
Quando a tarde no acaso vai morrendo,
e, lentamente, o sol vai-se escondendo
atrás do culto estático da serra,
 
Jaguariúna é um presépio santo
que tem a silenciosa paz e o encanto
de um pedaço de céu aqui, na terra....
 
Compartilhe:
Comente: