Estrela da Mogiana

Notícias > Memórias da Arte

Memórias da Arte: Oficina Romeu e Julieta reúne atores no Centro Cultural de Jaguariúna em 2003

por Gislaine Mathias em 10/03/2019 Espaço utilizado para apresentações era uma sala, onde atualmente é o Centro de Informações Turísticas, no Centro CulturalNa estreia da coluna Memórias da Arte, o site Estrela da Mogiana destaca o ano de 2003, numa época que não existia o Teatro de Jaguariúna e as apresentações teatrais ocorriam na sala onde atualmente funciona o Centro de Informações Turísticas, no Centro Cultural Zi Cavalcanti.
 
Nesse ano, 15 alunos da Oficina Romeu e Julieta – Teatro das Vontades e Contra Vontades, transportaram o público para o clima de romance de Willian Shakespeare, encenando algumas das cenas mais marcantes desta história que ainda marca gerações.
 
O espetáculo foi assistido por cerca de 300 pessoas, nos dias 31 de outubro e 1º de novembro de 2003, no Centro Cultural de Jaguariúna. O exercício marcou o encerramento da oficina que teve a duração de seis meses.
 
Para a participante Célia Bezerra da Silva, que já atuava na área teatral com o grupo Já, a oficina foi uma experiência diferente, pois estava mais acostumada com a comédia. Ela frisou na época que adquiriu uma excelente bagagem de conhecimento para transmitir ao grupo.
 
Na época, o ator e diretor Giuliano Tierno disse que o público compareceu e verificou que existem pessoas interessadas no teatro, mas o que estava faltando era produzir mais espetáculos.
 
“Foi dado o primeiro passo. É preciso continuar incentivando esta área. É preciso novos desafios para atingir novos objetivos buscando resultados importantes para a modalidade teatro”, completa.
 
Dessas pessoas que fizeram a oficina, poucos seguiram a carreira, e entre eles, estão, Marcelo Masselani e Elisa Monteiro, que até hoje integram o Grupo Já de Teatro, além de Mary Clair Peron, que segue no caminho da arte.
 
Com o passar do tempo, no ano de 2008, a cidade ganhava o seu primeiro espaço estruturado para a encenação de espetáculos, exposições, apresentações de música, e outras atividades.
 
O local, no passado, era o antigo Cine Santa Maria, que foi fundado pelo padre Gomes. O Teatro Municipal de Jaguariúna, que tem o nome de Dona Zenaide, desde então, vem sediando desde peças do circuito nacional de espetáculos até produções locais.
 
Romeu e Julieta - 2003 Oficina foi realizada em Jaguariúna, no Centro Cultural, quando esse espaço era usado para encenações de peças.
Compartilhe:
Comente: